ÁRVORE NEEM – UMA REVOLUÇÃO NO CAMPO

Na busca de alternativas para o combate das pragas, visando a melhoria do meio ambiente, redução de custos e vida  saudável, surge como opção   a árvore NEEM, e seus derivados.O NEEM, é uma árvore originária da Índia, sendo nativa da região de Burna e das zonas áridas do sub-continente indiano e sudoeste asiático.

Nessas regiões o NEEM, é considerado uma planta medicinal de relevante importância pêlos seus  efeitos  positivos  junto à  saúde das  PLANTAÇÕES, ANIMAIS E DO PRÓPRIO HOMEM, pôr já estar sendo cultivada há muitas décadas  nas zonas áridas da Ásia – na Índia, crescem naquele país hoje, aproximadamente - l8 milhões de pés de NEEM. A árvore tem sido levada para outras regiões quentes do planeta  como o Oeste da  África,  uma vez que se adapta bem às zonas tropicais úmidas com altitude de  800 metros, além da qualidade de fazer sombra.

Ela é cultivada desde a ponta do Kerala até o Himalaia, em regiões tropicais e subtropicais. Agora está sendo plantada em pelo menos 30 países, principalmente naqueles ao longo da costa sul do deserto do Saara, onde se tornou um importante fornecedor de combustível e madeira.

Na América Latina foi trazida no século passado, em projetos específicos junto aos governos de países como Nicarágua, Honduras, Cuba, Venezuela e República Dominicana.

No Brasil, o NEEM chegou em l993, pôr iniciativa da  Empresa Brasileira de Pesquisa - EMBRAPA,  -visando a viabilidade em razão de seu rápido crescimento e a sua resistência excepcional  à seca ,o que a torna propícia ao clima tropical brasileiro.
Na América do Norte  do Norte e Europa o NEEM não se desenvolve, pôr causa do frio , o que ocorre também no Brasil, nos estados do Sul.

O NEEM é uma árvore para resolver problemas globais.

Todos os produtos do NEEM, são completamente  naturais, não são tóxicos para a humanidade e nem para os animais domésticos e insetos benéficos e ao meio ambiente.

O NEEM tem vida útil de até 200 anos e é uma árvore que pode ajudar a todos, pois provavelmente é a única melhor fonte bío pesticida existente com propriedade bacteriana. É anti - virótica e anti - térmica. Na verdade, esta árvore tem servido como um dispensatório  nas áreas rurais. Oferece um controle efetivo dos insetos que causam perdas na   agricultura.

Várias partes da árvore tem sido usadas na Índia, há vários milênios, o que a torna -uma árvore polivalente.

Seu nome científico é  – AZADIRACHTA INDICA A JUSS. Da família das Maliaceas - depois de um ano já pode ter altura de 3 a 4 metros, vindo a atingir em sua  idade adulta – depois de  9 anos - até 20 metros de altura pôr 2.5 de circunferência. Em torno de 3 a 4 anos  começa a florescer   produzindo frutos que têm formatos de  azeitonas. A distribuição de seus galhos formam coroas de até 05 m de diâmetro.

Pesquisadores descobriram que o Neem age tanto na área de pesticidas como na área medicinal. Descobriu-se que suas sementes e folhas combatem mais de 200 espécies de insetos, pragas baratas, traças, pulgões dentre outros.

A árvore é provavelmente  a  única  e  melhor fonte de bio-pesticida existente. É um presente de Deus, isto é, um árvore que pode ajudar a todos.

Surpreendentes propriedades de cura têm sido atribuídos ao Neem pôr antigos escritores sanscritos. Na verdade, a árvore tem servido como um dispensário nas áreas rurais e assegurou um lugar na farmacopéia indiana. Devido a efeitos colaterais provocados pôr pesticidas sintéticos, a tendência é o uso de um pesticida natural.

Mais de 2400 plantas são conhecidas pôr suas propriedades pesticidas, mas somente o Neem oferece um controle efetivo dos insetos que causam perdas na agricultura sem afetar o meio ambiente. Sua casca é receitada para febre, reumatismo, dores lombares, etc. O óleo é usado no tratamento de tétano, urticária, eczema, escrófula, erisipelas e nos estágios iniciais da lepra. O suco da folha do Neem é usado para expelir lombrigas, curar icterícia e doenças de pele. Os pequenos galhos da árvore do Neem são usados em muitas comunidades como escova de dentes descartáveis para ajudar na preservação dos dentes.

Mesmo antes de antigos  conhecedores de ervas medicinais descobrirem as qualidades analgésicas do salgueiro – do qual a aspirina é derivada – as pessoas já usavam galhos, frutas e folhas do Neem, para curar várias doenças. Mesmo hoje, indianos de áreas rurais se referem à árvore do Neem como sua farmácia local, devido ao poder de curar doenças e indisposições, que vão desde problemas dentários e picadas de percevejos, até úlceras e malária.

Cientistas modernos estão encontrando mais e mais usos para esta notável árvore. As sementes, a casca e as folhas contém comprovada combinação de uso anti-séptico, anti-viral, antipirético, antiinflamatório, antifúngico e contra a úlcera. Embora estudos importantes para provar conclusivamente a eficácia do Neem sejam limitados pela carência de financiamentos e pela falta geral de conhecimento sobre a árvore no ocidente, estudos preliminares propõem usos fascinantes para o Neem.

A Alemanha em parceria com a República Dominicana, desenvolveu um  plano de plantio do Neem, voltado para o pequeno produtor, que resultou na Fundação Agricultura e Meio Ambiente. Toda matéria prima colhida, é absorvida  pela  indústria alemã, que a utiliza na fabricação de artigos  de higiene e medicinais.
Cuba desenvolve um grande plantio, já tendo alcançado a taxa de 30% de inseticida natural em uso no País, derivado do Neem.

Toda a Europa principalmente a França já  pesquisa há mais de duas décadas a utilização do Neem. O Japão também tem demonstrado grande interesses pelas potencialidades desta árvore.

Atualmente o Neem está sendo muito divulgado e cultivado no Brasil.

Estes dados foram coletados com base em informações obtidas através de entrevistas com: Dra. Andrea Brechelt da República Dominicana, Dr. Jesus Ortiz da Universidade de Cuba, Embrapa – Arroz e Feijão, Quinabra Química Natural Brasileira Ltda    e  tantos outros que tem realizado  pesquisas  voltadas para o Neem, A mídia através de várias publicações como a revista Globo Rural,  Jornal do Campo de “O Popular”, Folha de São Paulo, Revista Safra, O Estado de São Paulo e a própria internet, também tem se interessado na divulgação do crescimento e desenvolvimento da cultura do Neem no Brasil.

© Copyright 2005. Planta Neem. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Studiodigital.